08/12/2016

As novas flores de Samanta














Samanta olhava para seu jardim,
e ficava muito desanimada.

Estava cheio de matinhos,
e plantas repetidas que se multiplicavam.

Meio tristinho assim,
faltando mais cor e vida.

Pensou mas não sabia,
o que ali plantar,
afinal o local era tão seco e quente,
e as plantas não iriam para frente,
teria então de encontrar,
as que poderiam se adaptar.

Na internet foi pesquisar,
por flores que gostassem de calor,
e que pudessem crescer bem,
além de deixarem mais bonito,
e encantado o lugar.

Ficou surpresa ao descobrir,
quantas variedades.


Entre elas os girassóis,
alamandas, gerânios,
e uma flor que adora,
a famosa onze horas dobrada.

No domingo foi á feira,
e para sua alegria,
muitas dela havia.


Escolheu entre tantas,
as amarelas, vermelhas,
e também as rosadas.

Depois no fim da tarde,
retirou e mudou de lugar,
as que ali estavam,
passando as novas amigas,
para enfeitar seu jardim.

Ficou tudo muito gracioso,
e para embelezar mais um bocadinho,
colocou cristais e enfeites,
deixando tudo arrumadinho.

As flores contentes ficaram.
Abrem-se as onze horas,
fechando ás três.

Nesse meio tempo Samanta,
não deixou de fotografar,
a lindeza de suas crianças,
que trouxeram mais luz e cor,
além de muita delicadeza para quem olhar.




Elza Ghetti Zerbatto



imagem: www.baixaki.com.br

01/12/2016

O amor em flor



















Uma pequena planta crescendo,
de repente floresce,
é o amor em flor,
como forma de gratidão,
trazendo beleza e harmonia,
para quem sabe apreciar,


com o olhar do coração.

Uma pequena planta crescendo,
a benção da vida gerada pelo Criador,
saibamos respeitar e proteger,
o que nos foi dado através,
desse magnífico gesto de amor!


Elza Ghetti Zerbatto



imagem: www.flickr.com

A fadinha da cor

A bruxinha estava infeliz. Deveras chateada. Olhava para sua casa, e suspirava desanimada. As paredes estavam descascadas...